segunda-feira, 19 de abril de 2010

| saber seguir e aceitar

porque não me queres deixar brilhar? assusta-te assim tanto?
hoje não tapas o meu Sol, eu não permito ... tu não sabes, ou achas que não sabes mas desisti mesmo. não fiz barulho no adeus porque gosto da discrição. tenho pena de não aceitares que decidi seguir a minha vida sem ti, sem um nós; mas foste tu que me afastaste, foste tu que não decidiste e preferiste viver uma inconstância. deixei de ser o teu pilar e passei a ser o meu. Primeiro eu.
não sei se sabes, eu não sabia, mas amei-te ... amei-te, estranho usar este verbo nunca o usei, nunca o disse. hoje escrevi-te.

4 comentários:

Lua Escondida* disse...

Gostei do espacinho e vou voltar!

E às vezes é tão bom conseguirmos dizer adeus!

Um beijinho*

Rafael disse...

Bom recomeço :)

Joana Carvalho disse...

gostei do blog :)

vou seguir si?

NaRiZiNhO disse...

olá Lua ainda bem que gostaste, tenho muito gosto em te ter aqui :)

obrigado Rafael, um bom recomeço parte muitas vezes por deitar para fora o que não se pode gritar ao mundo, ou pelo menos não devemos para que não nos tornemos mais frágeis.

Joana obrigado, espero que sigas sim e sente-te à vontade para te exprimires caso discordes :)