terça-feira, 19 de outubro de 2010

| desistir

não gosto, não suporto quando me sinto quase como que obrigada a desistir.
eu sei, tenho a perfeita percepção que por vezes a subtracção é o mesmo que vencer sem batalhas. 
e quando já se batalhou tanto. 
sinto-me como se sempre vivesse a tentar subir enquanto toda a corrente me empurra para baixo e caem pedras.

não costumo ser pessimista por natureza, pelo contrário tenho sempre uma atitude bastante positiva perante várias situações da vida, acredito que nada acontece por acaso e que não existem coincidências. mas sinto-me tão frustrada por ter dado tanto de mim num curso que não é capaz sequer de me pagar alimento. tenho perfeita noção de que o país não se encontra também nas melhores condições para oferecer oportunidades a nós jovens. mas tenho mesmo que admitir que desistir da área pela qual eu lutei para me formar é neste momento uma opção.
mas talvez regressar ao norte e reconhecer que falhei, que a capital não dá futuro esteja neste momento num dos pratos da balança.


*thinking mode

Sem comentários: